segunda-feira, 17 de maio de 2010

O que mais te incomoda em um hotel?

Craig Platt é um editor de viagens americano e teve a grande idéia de enumerar as coisas mais chatas dos hotéis pela visão dos hóspedes.

1. Horário do café da manhã...das 7:30 hs às 7:45 hs
Você está de férias e não tem hora para acordar, certo? Errado! Se quiser aproveitar aquele café da manhã incluso na diária, terá que levantar MUITO cedo. Alguns hotéis já entenderam a situação e estendem o café até 11 horas, mas muitos continuam com horários restritos.
A experiência inesquecível de Craig foi em um Bed and Breakfast em Valparaiso, Chile, onde a proprietária olhou estranhamente para ele quando perguntou o horário do café da manhã. "Você está de férias! Que horário quer levantar? Se quiser tomar seu café a uma da tarde, não tem problema."
Ele continua "vagando" pelo mundo em busca de outro serviço assim. Está difícil encontrar!

2. Um pesadelo de banheiro
Um banheiro decente parece ser o mínimo que um hotel pode oferecer, mas nem sempre é assim. Design pode ser um pesadelo: banheiros alagados, suporte de sabonete por fora do box, toalhas penduradas longe e nenhum apoio para seus xampu e condicionador.
Isso sem falar na limpeza...


3. Taxas e Impostos "surpresa"
Aquelas taxas e impostos que só descobrimos no check out, na hora do pagamento, deixam uma pessima impressão. E, geralmente, são obrigatórias. Em uma recente visita à Miami, Craig notou que o hotel cobrava um valor extra para o uso do cofre, mas não tinha como fugir da taxa não planejada.

4. Não perturbe!....O que quer dizer isso?!
Porque as camareiras dos hotéis ignoram os sinais de "não perturbe"? É quase impossível descansar ou trabalhar durante o dia em um apartamento de hotel, pois teremos que atender a porta de minuto em minuto.
Repitam comigo: "Não, significa NÃO!"

5. Internet é livre, a não ser que você esteja pagando mais de R$ 400,00.
Isso está prestes a acabar. A cobrança de internet não será mais aceita no mundo todo em pouco tempo.
Mas ainda existem muitos hotéis que cobram e não adianta dizer que é só para ver os emails por 30 minutos ou 1 hora. O mínimo são 24hs e o preço é muito alto.
O engraçado é que se você se hospeda em um "albergue", provavelmente, não pagará nada e ainda terá à disposição alguns computadores para uso gratuito. É um contrasenso, não?!

6. Momentos: Check-in e check-out
Late check out está se tornando cada vez mais comum na hotelaria. Mas muitos hotéis ainda querem que você deixe o apartamento as 10 hs da manhã. Muitos outros ainda cobram e não importa se você vai ficar mais 24 hs ou 30 minutos.
Por outro lado, não há nada pior do que chegar de um vôo noturno internacional e ouvir que seu apartamento não estará pronto nas próximas 7 horas.

7. Maior não quer dizer melhor
Com tantos hóspedes, conseguir alguma personalização é difícil. Muitas vezes nos vemos esperando horas no telefone ou na fila da recepção simplesmente para perguntar alguma coisa. Hotéis "muito" grandes podem se tornar um pesadelo sim.

8. Paredes finas, corredores barulhentos
Esse é um problema comum em prédios que não foram construídos com a idéia de ser um hotel no início. O desconforto pode ser extremamente estressante.

9. Nós ouvimos você reclamar, mas não faremos nada a respeito.
Eles te agradecem pelo feedback, mas espere "sentado" se acha que farão alguma coisa para melhorar sua situação.

Tradução: "Esperamos 30 minutos. Sem serviço".

Aproveito para contar uma situação real e inacreditável:
Estava passeando com a família em Monte Verde/Sp no feriado de Páscoa e hospedada em um excelente hotel. Ao chegar, meu marido foi logo comer alguns salgadinhos (que ficam sobre o frigobar).
Pela manhã, com mais calma, ele olhou os saquinhos (já vazios) e reparou que estavam vencidos (a mais de 6 meses).
Mesmo após falar com a recepção, os salgadinhos não foram trocados até o final da hospedagem.
Chegando em casa, entrei no site do hotel e enviei um email relatando a situação, com a esperança de, pelo menos, receber um pedido de desculpas. Na verdade, queria mais que isso, a change de esquecer a situação e pensar em voltar ou recomendar o hotel. Estou esperando até hoje...
Fico pensando nos futuros hóspedes que continuam comendo salgadinhos vencidos. Mas não se preocupem, afinal, o estoque deve estar acabando...

10. De quantos travesseiros você precisa?
Porque os hotéis (principalmente de luxo) acham que cada pessoa precisa de 10 travesseiros. Além de não sabermos o que fazer com eles, ainda temos o trabalho de retirar tudo aquilo de cima da cama na hora de dormir.
Please, gerentes, 2 travesseiros por pessoa já é mais do que suficiente.

Bem, nesse caso, tenho que discordar do Craig, pois amo travesseiros, muitos, de vários tamanhos.

Adiciono mais um ítem:

Em um resort ou hotel grande onde você precisa caminhar muito para encontrar seu quarto e, chegando lá, a chave magnética não funciona.
Aí, se você tiver muita sorte, avista uma camareira passando por ali. Mas ela informa que é preciso voltar na recepção (por segurança).
Entendo a segurança, mas poderia haver um rádio de comunicação da camareira com a recepção (ou do próprio hóspede). Não sei, mas isso é um processo que poderia ser melhorado.

Bem, quanto à limpeza geral, acho que nem preciso mencionar...


Aproveite para conhecer os 10 hotéis mais sujos dos EUA em uma pesquisa séria da TripAvdisor.
O vencedor é o Heritage Marina Hotel de São Francisco, Califórnia (USA).

(Tradução: Camareira, tem um "humano" no meu banheiro!)

E você? O que mais te incomoda em um hotel?
Postar um comentário