terça-feira, 23 de abril de 2013

O Futuro do Marketing para Pequenas Empresas


Esse meu artigo também foi publicado no Cidade Marketing. Leia AQUI.
========================

A corrida para ganhar presença nas redes sociais vai amadurecer e as empresas entenderão que simplesmente estar em todas as plataformas não garante engajamento, muito menos aumento na receita.  A partir de 2013, as pequenas empresas começam a ficar mais confiantes e hábeis na integração das mídias sociais, escolhendo plataformas específicas e conectadas com seu negócio. O retorno virá da decisão de quais plataformas são interessantes para atingir seu público.


Simplicidade vai reinar

O fato é que estamos exaustos. A hiper-conectividade do mercado atual passa a sensação que vivemos no clipe do Gangnam Style. Não aguentamos o ritmo brilhante e chamativo do Tecnobrega, 24 horas por dia. 



Não tenho nada contra o coreano Psy ou o gênero musical nascido no Pará, acho até muito criativo e divertido. Entretanto, a comunicação corporativa tende a tomar outro rumo. A complexidade nas mensagens pode causar confusão e incerteza no consumidor.  Simplicidade faz a pessoa se sentir no controle, ela entende a mensagem e pode relacioná-la a sua realidade. O simples permite que você faça uma conexão direta com o seu público.
As estratégias de marketing mais bem sucedidas serão aquelas de natureza simples, que promovam bens e serviços que simplificam a vida do consumidor, ou apenas a sua experiência como cliente.





Campanhas de marketing vão fazer uma pausa


Grandes campanhas vão perder a força. A falta do foco durante o processo longo e a não compreensão da linha de tempo da campanha pelo cliente são as principais causas.   O marketing em tempo real, através de mídias sociais e sites, será o foco.

Smartphones alcançarão seu devido lugar
No ano passado, compramos mais smartphones do que computadores. 90% das empresas globais tem um site adequado para smartphones, mas somente 20% dispõe de estratégias específicas para essa plataforma, totalmente integradas com seu plano de marketing. Os planos mais ousados devem se encaminhar para o mobile a partir de 2013.
De acordo com estudo da Fournaise Marketing Group, divulgado pela Forbes, 73 % dos executivos não acreditam que o marketing gere receita. Ao invés da simples medição de leads, o valor do marketing vai começar a ser medido pelo crescimento das vendas. Essas tendências vão conduzir a um departamento de marketing mais eficaz.

Por um Plano de Marketing inspirador!

===========================
Se gostou desse post, com certeza curtirá outros:
Neurociência aplicada ao Marketing
A Hotelaria e o Marketing 3.0
O Marketing deveria ser mais Educativo
Postar um comentário