segunda-feira, 29 de julho de 2013

A Linguagem Impagável dos Hostels

Gosto muito do conceito dos Hostels.
Mas a linguagem que utilizam, seja online quanto offline é sensacional.


Favor não fumar, pelo menos durante o café da manhã.

Troca de Livros (Leve um livro - Deixe um livro)
Menos Stephanie Meyer ou Dan Brown 
Gente, tenham senso de decência!

Plano de Emergência
* No caso de fogo, ligue 132 ou corra.
* No caso de terremoto, saia do prédio e tente sobreviver. Para Tsunami, corra para as montanhas.
* Por favor, não grite muito. Tente não assustar todo mundo. Ajude crianças e senhoras.

Regras do Bus Hostel:
Traduzi as melhores:
2. Ria muito.
5. Sua mãe não está aqui. Limpe o que sujou.
7. Se misture. É divertido.
9. Sim, suas meias fedem! Não use o aquecedor do quarto para secá-las. Nos pergunte sobre o serviço de lavanderia.
15. Se precisar de alguma coisa - peça! 


Esse não precisa tradução. Sensacional! 
Na estande do We Design+Hostel, na Vila Mariana em São Paulo


Por favor, mantenha seus grunhidos e ronco no mínimo possível.


Não precisa explicação, não é?

Coloque sua mão aqui (esquerda). Chame um estranho e coloque a mão dele aqui (direita).
Remova as mão quando vocês não forem mais estranhos.

E meu preferido:
Em caso de incêndio:
Por favor, deixe o prédio ANTES de postar isso nas redes sociais.
Postar um comentário