quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Seu hotel está preparado para os Millennials?

Esse meu artigo também foi publicado no Hôtelier News. Clique Aqui.
======================
No momento em que a geração X assume o topo do consumo e os Baby Boomers se aposentam e, com muita saúde, estão curtindo a vida, os estudos se voltam para os próximos anos e mergulham nas necessidades e hábitos de consumo da geração Y.
Também conhecidos como Millennials, esses jovens inteligentes, criativos e eletronicamente influentes já estão ditando um novo comportamento e exigindo a adequação de produtos, serviços e estratégias de marketing.
Seguem cinco exigências que vêm por aí e dicas para seu hotel se preparar:   
  (imagem: www.cnn.com)



Pensamento Sustentável

A ideia pode parecer óbvia, mas não como entendemos hoje. Estes serão critérios de decisão na hora da compra para os jovens. Sabe os hotéis que deixam as luzes constantemente acessas e se orgulham disso?

Para essa geração, isso revela grande descaso com o planeta. Falta de consciência ambiental, em breve, será sinônimo de falta de hóspedes.
No momento que a nova referência da juventude é a princesa Catherine e seus looks repetidos, não é difícil entender o que vem pela frente.
Tecnologia de ponta

Não é simplesmente ter um site. O assunto é sobre tecnologia de ponta, durante todo o processo de compra e hospedagem.

Por meio de dispositivos móveis será vital fazer reservas, check-ins, assistir a tours virtuais, ter acesso a um impecável conteúdo visual, além de total interatividade.
Não é preciso nem mencionar o acesso à internet gratuita, via wi-fi e com alta velocidade, certo?
Serviço completo de business center como cortesia e iPads com todos os comandos do quarto (como o Hotel Aria em Las Vegas, por exemplo) serão cada vez mais comuns.
Nunca esquecendo que tudo isso deve ser desligado automaticamente quando não estiver em uso.
Aceite, a nova geração será touch e não mais click. Adapte-se, e rápido! Para entender melhor o mundo touch, veja esses vídeos:


Design
Se o seu hotel não se parecer com o século 21, não terá clientes do século 21. O minimalismo, design global e conforto aliado ao tema verde serão os pilares nos hotéis do futuro.

Boa localização, cama confortável, chuveiro e toalhas de qualidade não diferenciam mais. Para a nova geração, isso é commodity.
A inovação sim pode fazer a diferença.
Serviço 24 horas

Home office, Skype, dispositivos móveis, cloud, mensagens instantâneas, redes sociais. Como pensar no dia a dia sem essas ferramentas?

Imagine em alguns anos! Você acha mesmo que haverá espaço para empresas ainda proibirem acesso ao Facebook? Negócios são feitos pelo Facebook!
Em um mundo de longas horas de trabalho, e em qualquer lugar, imagine não conseguir se conectar no quarto de um hotel.
Isso vai exigir um ajuste drástico no setor de serviços, que ainda está no modelo arcaico das 9h às 18h.
Lojas estão fechando mais tarde, shoppings já abrem aos domingos e bancos são abertos mais cedo. Hotéis devem seguir o exemplo. O sistema antiquado de limitar horários poderá aniquilar o tão sonhado boca a boca dos jovens.
Comece a repensar seu café da manhã das 7h às 10h (principalmente em hotéis de lazer), aquele item do cardápio que só é servido até às 19h, e tantos outros detalhes.
Em um mundo que nunca dorme, o hotel 24 horas é rei.
Sem frescura

Sem frescura não quer necessariamente dizer econômico, mas de uma experiência sem problemas, leve, tranquila, fluída.

Hoje, se você quer focar no público de 18 a 30 anos, planeje uma abordagem minimalista, invista em tecnologia, proporcione conforto 24 horas, mas não esqueça de ser cool.
Um spa de vanguarda, um excelente restaurante ou um bar descolado na cobertura e uma equipe super afiada nas redes sociais podem dar o toque final para arrebatar de vez os millennials mais exigentes.
E acredite, esse é um modelo com base em alta ocupação e totalmente viável.
(imagem: www.fooddigital.com)
Em resumo, seja implacável na identificação dos seus consumidores alvo. Entenda suas expectativas, a finalidade da hospedagem, motivos pelos quais eles preferem seu hotel em vez da concorrência e vice-versa.
E lembre-se: o que funciona para um hotel pode não funcionar para você. Seja único, crie um produto de personalidade, escolha serviços que façam sentido para seus clientes e execute-os com perfeição.
====================
Se você gostou desse post, com certeza se interessará por esses outros:
Postar um comentário