quarta-feira, 18 de setembro de 2013

O Novo Momento do Luxo


Esse meu artigo foi publicado também no Cidade Marketing. Leia AQUI.
==============

O Novo Momento do Luxo

O mercado de luxo vive um novo momento.
Quem imaginaria a Europa freando o crescimento do mercado?
Quando seria possível prever que os consumidores exigiriam uma combinação de experiência digital e física nas lojas?
Quem poderia supor que a Chanel usaria banners digitais para promover sua campanha do Nº 5?

Para conquistar esse novo consumidor de luxo, nada de fazê-los acreditar que estão comprando porque é a mesma marca que seus pais e avós gostavam. A tradição mantém sua importância, mas o significado da marca precisa gerar um valor mais imediato e efetivo. Essa geração é mais rápida, esperta e única. Ela vai exigir que você venda diretamente para eles.

A Ermenegildo Zegna já entendeu a importância da interação e de agregar valor na sua comunicação e transformou seu perfil no Google+ em um guia de dicas e novidades para os homens modernos e elegantes, por exemplo.


Fato é que, mesmo com tantas mudanças, o mercado continua crescendo.
O aumento mundial previsto para 2013 será entre 4% e 5%, bem menor do que os 10% alcançados em 2012. Mas a recuperação virá em 2015, quando chegará à 5% à 6% ao ano.
E quem puxa o mercado para baixo é a Europa, que deve crescer 2% em 2013, comparados aos 3% de 2012.
Estamos falando de EU 200 Bilhões no ano passado, podendo chegar à EU 250 Bilhões esse ano.
A longo prazo, estamos falando de um mercado 5 vezes maior que 30 anos atrás (1995 - 2025).
Na América Latina, o crescimento previsto é de 12%, sendo que Brasil e México lideram o ranking. 

A premiunização ainda vai destacar muitos produtos e serviços no mercado. Novas propostas de valor estão proporcionando experiências diferenciadas aos consumidores mais exigentes e ainda com muito potencial de crescimento no Brasil.

A capacidade de ampliação geográfica do país e a classe média do Brasil, depois da China, são alguns dos itens que impulsionarão muito o segmento por aqui.
Agora é trabalhar duro para capacitar mão de obra, privilegiando o atendimento emocional, e aguardar bons resultados.

======================
Se gostou desse post, com certeza se interessará por esses também:

Postar um comentário