segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tendências e Nuances do Turismo de Luxo

Obrigada Alessandra Castro Leite e Fátima Gatoeiro pelo convite para ser articulista da edição Setembro/Outubro 2012 da HOTELNEWS.


A publicação original está mais abaixo.
====================

Tendências e Nuances do Turismo de Luxo

Para um número crescente de consumidores abastados, as experiências são mais importantes do que as posses. Compreender a mentalidade e mudança do consumo de luxo é crucial para os profissionais da area.
No Brasil, com o crescimento e acesso da classe media, o topo da pirâmide quer ainda mais diferenciação. O materialismo deu espaço ao experimentar, ao sentir. A viagem deve ter um significado, agregar algo na vida do viajante, conectá-lo com seus amigos, sua família, seu amor. As pessoas não são felizes com o que elas tem, mas com o que elas fazem, sentem, experimentam.
Hoje em dia, um hotel que deseja fidelizar o cliente de alto padrão, precisa ajudá-los a alcançar sua satisfação pessoal. A chave é encontrar maneiras de auxiliar o hóspede a olhar o mundo de uma maneira nova e diferente.
É preciso inovar com experiências inspiradoras,  que gerem retorno significativo de seu investimento. Em resumo, o turista quer voltar da sua viagem com uma nova perspectiva de si mesmo.
Não espere aquele hóspede passivo de anos atrás. Hoje, ele quer ser o ator das suas próprias experiências. Cursos de culinária, luxury campings, viagens com especialistas em algum assunto, vivência da cultura local, imersão na consciência ambiental. Muitas são as tendências.
Um estudo da Unity Marketing de abril de 2012 constatou que três a cada quatro viajantes de alto padrão preferem comprar uma experiência de luxo do um bem de luxo.
Veja algumas conslusões da pesquisa:
• Viajantes de alto padrão são altamente experimentais.
• Transformação é a sua meta.
• Memórias constroem conexões.
• O serviço extraordinário é parte da equação de luxo, Lembrando que qualidade já é commodity há muito tempo nesse segmento.
Outro estudo importante e recente sobre o assunto, trouxe as principais tendências do momento. O Luxe Virtuoso Report desse ano definiu a previsão de alguns dos viajantes mais sofisticados do mundo.
E a clientela Virtuoso demonstrou um forte desejo de explorar novos destinos.
Com relação ao comportamento de compra, as recomendações de amigos e familiares encabeçam as decisões de roteiros e hotéis, aliadas aos conselhos dos consultores de viagens. Sim, viajantes de alto padrão não dispensam um bom advisor de viagem.

"O viajante Virtuoso continua a procurar novos hotéis e destinos para visitar, ele quer o enriquecimento pessoal e experiências personalizadas a partir de suas viagens. Normalmente, o desejo provém da vontade de explorar novas terras, se reconectar com entes queridos e buscar novas aventuras.", diz o presidente e CEO da Virtuoso, Matthew D. Upchurch, CTC.

Conheça os principais resultados do Luxe Report 2012 da Virtuoso, em ordem:
  • Maiores tendências de viagem – família (viagens multi-geracionais), cruzeiros fluviais, aventura, cruzeiros e celebrações.
  • Maiores destinos emergentes – Cuba, Vietnã, Camboja, Belize e Ilhas Galápagos. No Brasil, podemos ressaltar Abrolhos, por exemplo.
  • Maiores destinos para família: Itália, Inglaterra, Costa Rica, Havaí e Turks & Caicos.
  • Destinos de cruzeiros – Mediterrâneo, Alasca, Caribe Rios Europeus e Ilhas Gregas
  • Escapadas Românticas – Itália, Polinésia Francesa, França, Bali e Seychelles.
  • Turismo de Aventura – África do Sul, Costa Rica, Ilhas Galápagos, Nova Zelândia e Austrália.

E porque as pessoas estão viajando em 2012?

1. Buscar experiências autênticas em novos destinos
2. Descanso e Relaxamento
3. Enriquecimento pessoal (por exemplo, voluntariado, a experiência cultural, aprendizagem, etc)
4. Passar o tempo ou se reconectar com os entes queridos
5. Descobrir novas experiências nos destinos visitados anteriormente (ou mais familiar)
6. Buscar aventura

Para finalizar, veja os critérios mais importantes para a escolha de um destino de férias:

1. Destino pré estabelecido há algum tempo
2. Possibilidade de ter a experiência da vida
3. Valor para o dinheiro pago
4. Preço
5. Atividades disponíveis

Definitivamente, um segmento em ascensão!

E no Brasil?
Bem, todos sabemos o quanto ainda temos que trabalhar em termos de infra estrutura e mão de obra qualificada. Mas a maior mudança deve ser cultural, é preciso entender que luxo não provém necessariamente do dinheiro, mas da experiência única que um lugar, um hotel, um momento, pode proporcionar a alguém durante uma viagem.
Seja um memory maker, torne-se especialista em criar momentos memoráveis para seus hóspedes. Esse é o caminho do sucesso nesse segmento.

=========================

Abaixo a publicação original:


Postar um comentário