quarta-feira, 23 de abril de 2008

O valor das marcas!

Pesquisa da Interbrand, de 2007, revelou que a marca chega a representar 38% do valor de mercado das 500 maiores companhias globais. Mas o que é ese negócio de marca?
Marca é percepção. É o valor que o consumidor atribui a ela, considerada um ativo intangível de diferencial competitivo único. É capaz de outro feito extraordinário: acrescentar zeros ao preço de um produto.


Para
Clemente Nóbrega, um dos mais destacados especialistas em estratégia empresarial do país, as empresas há muito tempo deixaram de vender "coisas", para vender "idéias". "Toda empresa, hoje, é de informação. O que conta e é transformável em dinheiro é o conhecimento e não a coisa. É a logística, a gestão de estoque, a marca.
Kevin Roberts, CEO mundial da Saatchi & Saatchi, uma das maiores empresas de publicidade do mundo, e autor dos livros Lovemarks: O futuro além das marcas e Sisomo: the future on Screen.

Para ele, trata-se da diferença entre o racional e o emocional. “As pessoas tomam suas decisões 80% emocionalmente e 20% racionalmente. O racional nos leva a conclusões, o emocional nos leva a ações. É preciso vender com amor, com paixão. O marketing de massa já era. Morreu. Temos que tratar o consumidor individualmente. O consumidor quer interagir. Se você trabalha no departamento de marketing, mude-se para o departamento da conectividade. Você precisa ser um conector”, revelou.
Outro segredo de uma marca de valor...Longo prazo. É assim o trabalho que envolve construção de marca.

Seguem nomes e valores das marcas mais valiosas do mundo em bilhões de dólares (Ranking 2008):

1) Coca Cola - 66,6
2) IBM - 59,03
3) Microsoft- 59
4) General Electric (GE) - 53
5) Nokia - 35,9
6) Toyota - 34
7) Intel - 31,2
8) McDonalds - 31
9) Disney - 29,2
10) Google - 25,5

Para se manter sempre atualizado, visite o site da Interbrand (empresa responsável pelo ranking anual das marcas mais valiosas do mundo).
Brahma, Petrobrás e Bradesco são as marcas que poderão figurar neste ranking no futuro.
Hoje, as 10 marcas mais poderosas do Brasil são, segundo a Superbrands Brasil:
Globo, Coca-Cola, McDonald’s, Omo, Nestlé, Sony, Nike, Unilever, Ninho e Natura.

Para ler mais sobre isso, os sites da Consumidor Moderno, HSM, um trabalho simples e interessante da PUCRS, Mundo do Marketing e inúmeros livros sobe o assunto.
Postar um comentário